Resumo

O Cognitive Radio é um novo paradigma das comunicações wireless no qual os elementos do sistema de comunicação adaptam os seus parâmetros de funcionamento (frequência central, largura de banda, potência transmitida, etc…) de forma a comunicar eficientemente, evitando interferir ou ser perturbados por outros sistemas de comunicação wireless licenciados ou não-licenciados (cognitive) geograficamente próximos.

A adaptação dos parâmetros de funcionamento é baseada no feedback da monitorização de diversas variáveis do ambiente rádioeléctrico (como a utilização espectral e o padrão de utilização do espectro), das condições do canal em utilização e do desempenho do próprio sistema. A operação de monitorização (sensing) do ambiente rádioeléctrico revela-se primordial para o desempenho dos sistemas de comunicação Cognitive Radio.

Com este projecto pretende-se estudar e testar algoritmos de sensing centralizado e distribuído, implementados na plataforma de hardware USRP, disponibilizada pelo Instituto de Telecomunicações.

Este trabalho será desenvolvido no âmbito do projecto europeu QoSMOS (www.ict-qosmos.eu) e em ligação com o grupo de investigação MOTION (www.av.it.pt/motion), Instituto de Telecomunicações – Pólo de Aveiro, que é um dos parceiros do projecto. O principal objectivo do projecto QoSMOS é desenvolver uma plataforma que permita maximizar a utilização do espectro rádioeléctrico pelos futuros sistemas wireless, permitindo a co-existência com serviços wireless licenciados e não-licenciados, em ligação.

A participação neste projecto pressupõe que o candidato tem interesse nas áreas de processamento digital de sinal, programação em C/C++ e sistemas de comunicação wireless. É desejável que seja um utilizador avançado de Linux.

Fases/Objectivos do Projecto

  1. Revisão do estado da arte sobre sistemas Cognitive Radio
  2. Revisão do estado da arte sobre algoritmos de sensing localizado e distribuído.
  3. Simulação dos algoritmos de sensing para avaliação de desempenho.
  4. Exploração do sistema GNURadio e da plataforma de hardware USRP.
  5. Implementação na plataforma de hardware dos algoritmos de sensing localizado.
  6. Teste dos algoritmos de sensing localizado em ambiente controlado.
  7. Implementação na plataforma de hardware dos algoritmos de sensing distribuído.
  8. Teste dos algoritmos de sensing distribuído em ambiente real.
  9. Elaboração da dissertação.

Orientador

Carlos Ribeiro (carlos.ribeiro@ipleiria.pt)