EMDA 8 – 20 de abril de 2022

A apresentadora

Nathália Peixoto

Nathália da Silva de Oliveira Peixoto é professora de Língua Inglesa e doutora em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal Fluminense.

Nathália Peixoto

A apresentação

Título

ANÁLISE DISCURSIVA SOBRE A REFORMA DO ENSINO MÉDIO EM NOTÍCIAS DIGITAIS: INFORMAÇÃO PARA DESINFORMAÇÃO?

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar discursivamente notícias veiculadas em jornais de grande circulação, relativas à Medida Provisória (MP 746/2016) aprovada como Lei nº 13.415/2017, que institui a Reforma do Ensino Médio. É de nosso interesse olhar mais atentamente o funcionamento discursivo que se materializa nas notícias que abordaram o processo de publicação da MP 746/2016, as manifestações por parte das vozes de oposição até a aprovação da Lei nº 13.415/2017, em fevereiro de 2017. Para tal, a tese divide-se em quatro capítulos. No primeiro, delineamos um breve histórico sobre a Educação formal no Brasil. Buscamos também observar, por meio dos documentos oficiais, como a Constituição, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) apresentam os direitos e deveres no âmbito educacional e, a partir dessas definições, o que estabelecem os documentos publicados pelo Ministério da Educação (MEC). Em seguida, contextualizamos o cenário de publicação da MP 746/2016 até a publicação da Lei da Reforma e apresentamos as principais mudanças no “Novo Ensino Médio”. No segundo capítulo, definimos o termo notícias digitais empregado neste trabalho e o seu papel como socializador do conhecimento. Discutimos a natureza do gênero notícia, detalhamos o percurso das notícias impressas até a era das notícias digitais e mostramos a apresentação institucional dos jornais digitais O Globo e Folha de S. Paulo. No capítulo seguinte, expomos o nosso percurso metodológico e, de forma breve, apresentamos alguns conceitos que nos auxiliaram nas análises, visto que foram aprofundados no capítulo seguinte. No último capítulo, nos dedicamos à análise das notícias que foram publicadas durante o processo da Reforma do EM. As notícias foram divididas em três eixos temáticos, seguindo uma linha histórica dos acontecimentos. Por meio das análises, buscamos dar visibilidade a diferentes vozes que são trazidas através das notícias que foram publicadas nos jornais digitais. Por fim, é importante ressaltar que nossa vinculação acadêmica considera os saberes diversos e as escolhas feitas pelo pesquisador. Inscreve-se na área dos estudos da linguagem, recorre a pressupostos teóricos da Análise do Discurso de base enunciativa (MAINGUENEAU, 1997; 2013), recorre às definições de discurso relatado (AUTHIER-REVUZ 1978, MAINGUENEAU 1997 e SANT’ANNA 2000; 2004) e à noção de polifonia (DUCROT, 1987). Com base nas categorias de análise propostas por esses autores, buscamos analisar as vozes trazidas a falar ou silenciadas nos discursos da grande mídia. Em síntese, os resultados da pesquisa apontam que nas negações, em diversas de suas incidências, ecoavam as polêmicas e a força das vozes silenciadas pela imprensa.

Palavras-chave: ensino médio; reforma; discurso; notícias digitais

Referências bibliográficas

DUCROT, O. O Dizer e o Dito. Campinas, SP: Pontes, 1987.

GHIRALDELLI Jr., P. Filosofia e história da educação brasileira: da colônia ao governo Lula/ 2ª. ed. Barueri, São Paulo: Manole, 2009.

MAINGUENEAU, D. Novas Tendências em Análise do Discurso. Campinas/SP: Pontes, 1997.

__________________. Termos-Chave da Análise do Discurso. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

__________________. Cenas da Enunciação. São Paulo: Parábola, 2008a.

__________________. Gênese dos Discursos. São Paulo: Parábola, 2008b.

__________________. Análise de Textos de Comunicação. São Paulo: Cortez, 2013.

__________________. Frases sem Textos. São Paulo: Parábola, 2014.

 __________________. Discurso e Análise do Discurso. São Paulo: Parábola, 2015.

SANT’ANNA. V. L. de A. O Trabalho em Notícias sobre o Mercosul: Heterogeneidade Enunciativa e Noção de Objetividade – São Paulo: EDUC, 2004.

SAVIANI, D. História das Ideias Pedagógicas no Brasil [livro eletrônico]. 6ª ed. rev. e ampl. – Campinas, SP: Autores Associados, 2001.